Em 1961, Fred Keller veio ao Brasil atuar como professor visitante na Universidade de São Paulo e começou o ensino, a pesquisa e a disseminação da Análise do Comportamento no país. Sua atuação na formação da primeira geração de analistas do comportamento e sua colaboração com brasileiros no desenvolvimento do Sistema Personalizado de Ensino (Personalized System of Instruction - PSI) deixaram marcas indeléveis na psicologia nacional e na história das tecnologias de ensino. A Análise do Comportamento no Brasil, desde seus primórdios, tem se preocupado com o ensino e disseminação dessa ciência e, coerentemente, se preocupa em fazer isso seguindo os princípios comportamentais advindos da própria área.

Em 1991, surge a Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina Comportamental (ABPMC - hoje Associação Brasileira de Ciências do Comportamento), a principal instituição dedicada ao desenvolvimento da Análise do Comportamento no país e uma das maiores do mundo. É difícil superestimar o papel da ABPMC na formação de analistas do comportamento no país, por meio, por exemplo, da publicação da coleção Comportamento em Foco (anteriormente denominada Sobre Comportamento e Cognição) e da própria Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, além da realização dos seus encontros anuais.

Em 2021, portanto, completam-se 60 anos da introdução da Análise do Comportamento no Brasil e 30 anos da ABPMC. Trata-se de uma data comemorativa que chama a comunidade a uma reflexão sobre os caminhos percorridos e sobre como temos ensinado a Análise do Comportamento às gerações atuais e futuras no Brasil e no mundo. Sim, pois é claro que a Análise do Comportamento no Brasil não é uma ilha. Nossa história e o ensino da área se entrelaçam com os de outras perspectivas teóricas, com a da Psicologia e com pessoas, instituições e movimentos ocorridos em outros países. Nesse contexto, a Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, editada pela ABPMC, convida a todos a submeterem manuscritos à sua Seção Especial sobre História e Ensino da Análise do Comportamento, a ser publicada em seu volume de fluxo contínuo do ano de 2021.

Incentivamos especialmente a submissão de:

    • pesquisas originais historiográficas sobre a Análise do Comportamento no Brasil e a ABPMC;
    • pesquisas originais sobre o ensino da Análise do Comportamento no Brasil; e
    • pesquisas originais sobre tecnologias de ensino desenvolvidas ou aplicadas no Brasil.

Mas também serão muito bem-vindas submissões de:

    • trabalhos de quaisquer modalidades (i.e., revisões sistemáticas de literatura, artigos conceituais, estudos de caso e traduções de artigos clássicos) sobre a história e o ensino da Análise do Comportamento no restante do mundo e de suas relações com outras perspectivas teóricas.

Para essa seção especial, serão incluídos no rol de artigos conceituais: artigos metodológicos sobre pesquisa histórica, memórias e ensaios sobre a história da Análise do Comportamento.

Os autores interessados devem realizar a submissão normalmente por meio do sistema online da RBTCC, mas devem indicar, durante a submissão e também na Folha de Rosto com Identificação, tratar-se de submissão para a Seção Especial sobre História e Ensino da Análise do Comportamento. A tramitação dos manuscritos seguirá os procedimentos utilizados regularmente pela RBTCC. O prazo de submissão é de 18/01/2021 a 07/09/2021.