Revisão do conceito de custo da resposta como esforço ou força física na literatura brasileira

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Luan Mendes Teixeira
João Ilo Coelho Barbosa
Tiago de Oliveira Magalhães

Resumo

O objetivo dessa revisão foi averiguar se estudos que conceituam custo da resposta como esforço basearam-se em autores que compartilhavam essa mesma conceituação para o emprego daquele termo. Para tanto, buscou-se pelos termos “custo da resposta” e “custo de reposta” no banco de teses e dissertações da CAPES e em sete periódicos com publicações frequentes de analistas do comportamento em todas as edições até o ano de 2017. Foram encontrados 104 estudos, dos quais 12 definiam custo da resposta como esforço. Os resultados evidenciaram que nove trabalhos fizeram uso de fontes bibliográficas que enfatizam a temática do esforço sem utilizar o termo custo da resposta. Um estudo embasou-se em uma definição que faz uso do termo, porém, em acepção diferente de esforço. Apenas em um trabalho havia uma referência bibliográfica que nomeava esforço como custo da resposta, sendo assim o único estudo com embasamento congruente do termo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Teixeira, L. M., Barbosa, J. I. C., & de Oliveira Magalhães, T. (2021). Revisão do conceito de custo da resposta como esforço ou força física na literatura brasileira. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 22(1). Recuperado de http://rbtcc.webhostusp.sti.usp.br/index.php/RBTCC/article/view/1358
Seção
Revisões sistemáticas de literatura
Biografia do Autor

João Ilo Coelho Barbosa, Universidade Federal do Ceará

Psicólogo graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1988) com mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Teoria e Pesquisa do Comportamento pela Universidade Federal do Pará (2006). Foi presidente da ABPMC - Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental (2013-2014) e atualmente é professor associado da Universidade Federal do Ceará e Analista do Comportamento, com ênfase em Intervenção Terapêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: terapia analítico-comportamental e eventos privados.