Análise da Restrição de resposta no procedimento go/no-go com estímulos compostos em crianças com autismo

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Rafael Augusto Silva
Paula Debert

Resumo

Estudos que tiveram sucesso no treino de relações condicionais com crianças com autismo por meio do go/no-go com estímulos compostos utilizaram um procedimento chamado Restrição de resposta (RR). Uma vez que a RR foi utilizada desde a primeira tentativa, não foi possível avaliar seus efeitos no responder dos participantes. O presente estudo realizou uma análise de resultados anteriormente publicados afim de avaliar se um padrão de responder diante de todos os compostos, comum em crianças com autismo, ocorreu com os participantes quando a RR foi inicialmente removida. Os resultados demonstraram que durante a remoção da RR, ocorreu um aumento abrupto de respostas para a maioria dos participantes. Após a reintrodução e posterior remoção da RR os participantes adquiriram as relações condicionais. Dados de mais dois novos participantes replicaram esses resultados. A RR parece ser fundamental para estabelecer um responder discriminado com essa população com o go/no-go com estímulos compostos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Silva, R. A., & Debert, P. (2021). Análise da Restrição de resposta no procedimento go/no-go com estímulos compostos em crianças com autismo. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 23(1), 1-15. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v23i1.1361
Seção
Pesquisas originais