Tendência da pesquisa sobre equivalência de estímulos para o ensino de matemática em teses e dissertações brasileiras

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Ailton Oliveira Junior
Priscila Benitez
Natália Galvão Simão de Souza

Resumo

Este artigo relata Revisão Sistemática de Literatura com busca automatizada em bases de dados. O objetivo é mapear sistematicamente a literatura nacional, por meio de dissertações e teses de pós-graduações stricto sensu, produzidas no período de 2006 até 2002 que utilizaram a equivalencia de estímulos, no ensino de relações condicionais e testes de desempenhos emergentes para avaliação e estabelecimento de repertórios matemáticos. 20 estudos foram considerados, identificando-se ênfase, contexto, metodologia e resultados mais recorrentes. Os resultados evidenciam a disparidade na produção quanto às regiões em que são desenvolvidos os trabalhos. Os estudos refletiram sobre educação infantil, anos iniciais e finais do ensino fundamental, com conteúdos de frações, operações matemáticas (adição e subtração), contagem oral e relações numéricas e ordinais. Os procedimentos mais utilizados foram Matching-to-Sample - MTS e/ou Constructed Response Matching-to-Sample – CRMTS. O estado da arte propõe recomendações para estudos futuros, principalmente, ao ensino médio e superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Oliveira Junior, A. ., Benitez, P., & Souza, N. G. S. de . (2021). Tendência da pesquisa sobre equivalência de estímulos para o ensino de matemática em teses e dissertações brasileiras. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 23(1), 1-23. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v23i1.1494
Seção
Revisões sistemáticas de literatura