A discreta introdução do behaviorismo no português brasileiro: A tradução de “Psychological Care of Infant and Child” de Watson e Watson

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Aline Aparecida Paixão
Bruno Angelo Strapasson

Resumo

O Psychological Care of Infant and Child (Watson & Watson, 1928) foi o primeiro livro de Behaviorismo traduzido para o português brasileiro, publicado no país em 1934 e em 1941. Neste artigo apresentamos uma análise histórica do contexto do surgimento dessa tradução bem como algumas características do texto traduzido. Condições sociais responsáveis pelo desenvolvimento da puericultura, mudanças no mercado editorial brasileiros derivadas da crise de 1929 e o estabelecimento de uma cultura de educação de pais parecem ter promovido o investimento na tradução do livro e sua divulgação no país. Apesar dessa tradução ocupar uma posição privilegiada para a disseminação do Behaviorismo no Brasil, problemas na tradução e eventuais avaliações críticas do autor do prefácio e das notas de tradução parecem ter entregado um livro menos behaviorista que seu original, comprometendo seu potencial para disseminação do behaviorismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Paixão, A. A., & Strapasson, B. A. (2021). A discreta introdução do behaviorismo no português brasileiro: A tradução de “Psychological Care of Infant and Child” de Watson e Watson. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 23(1), 1-24. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v23i1.1590
Seção
Seção Especial: História e Ensino da Análise do Comportamento