Estado, Políticas Públicas e Análise do Comportamento

Conteúdo do artigo principal

Diego Mansano Fernandes

Resumo

Neste ensaio busco delinear pontos de contato entre teorias e modelos do Estado e de análise de políticas públicas, no âmbito da Ciência Política, e uma concepção contextualista sobre o comportamento humano, no campo da Psicologia. A princípio são apresentadas a concepção contextualista e o conceito de agência de controle, esse visto como esforço oriundo dessa concepção para a investigação das dimensões societais e institucionais do comportamento; trata-se aqui de uma tentativa de aproximação com modelos teóricos sobre o Estado. Em seguida, a partir de literatura de referência são apresentados alguns dos principais modelos teóricos de análise de políticas públicas no campo da Ciência Política. Por fim, são destacadas convergências e divergências típicas de uma empreitada como essa, na expectativa de sinalizar caminhos para estimular o diálogo entre os campos do conhecimento interessados na política, nas políticas e no comportamento de atores políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Fernandes, D. M. (2022). Estado, Políticas Públicas e Análise do Comportamento. Revista Brasileira De Terapia Comportamental E Cognitiva, 24(1), 1–21. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v24i1.1629
Seção
Diálogos com Outras Teorias